Consórcio do amor

Quando você conhece uma pessoa nova é humano analisar todas as características possíveis atrás de qualidades e, principalmente, de defeitos.


Muitas vezes o amor é uma barganha e é preciso tomar cuidado com calotes, falsas esperanças e mercadoria danificada. Não é porque você e a pessoa amada, por exemplo, gostam de alho, que vocês estão destinados a viver felizes para sempre.

Algo em comum, com certeza, ajuda a ter algo sobre o que conversar, mas a diferença pode levar ao novo e desconhecido. Nem sempre o trivial é algo bom, nem sempre o novo é algo melhor.

Isso faz do amor e dos relacionamentos um grande e populoso consórcio, em que você nunca sabe quando vai ser contemplado. Às vezes, você é contemplado no primeiro sorteio, às vezes você ganha um prêmio de consolação, enquanto espera pelo prêmio maior.

A espera não precisa ser tão angustiante. Lembre-se: quando for a sua hora você vai saber e, então, você, pode apostar, vai notar que tudo que veio pagando esse tempo todo, todos os juros e correção monetária, vão parecer irrisórios diante do seu prêmio.

Depois é só levar pra casa e cuidar direitinho, já que se trata de um bem durável. E, se você seguir direitinho as instruções, do tipo conservar em local seco e arejado, prolongará sua vida útil.

Comentários

  1. Explanação bem interessante e descontraída acerca das "pegadinhas" do amor. HAHAHA!

    Abraços do @poemasavulsos.

    ResponderExcluir
  2. Muitooooooo bacana!!!! Amei demaisss... divertidíssimo e totalmente dentro da realidade!!
    Pena q no meu caso, nunca fui contemplada..nem com prêmio de consolação!!!! kkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. caralhooo. mto bom seu texto cara, demais mesmo.
    realmente o amor é assim, e o relacionamentos, mais ainda... rs

    ResponderExcluir
  4. Amor é psicológico, não existe, prefiro pensar assim para nem me preocupar com essas questões lol

    Muito bom o texto ^^

    ResponderExcluir
  5. Lucas, eu adorei o seu post... realmente tudo o que você escreveu é verdade... realmente a espera sempre traz coisas boas... acredito que não só no amor, mas na maioria das coisas... Gostei e vou visitar sempre!!!

    :)

    ResponderExcluir
  6. O texto é muito bom e foi escrito de uma maneira que fez eu adorar ler!
    http://lollyoliver.wordpress.com/2011/09/05/fotografia/

    ResponderExcluir
  7. kkkkk, perfeito, perfeito o texto sobre a sorte que ronda as relações amorosas, como bem explicitado, alguna encontram na primeira tentativa outros tem que esperar o sorteio da vida resolver lhe premiar, e sabendo manter é algo que se tem pra vida toda. sucesso pra ti, pro blog. passo aqui mai vezes.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom o seu texto , no começo do amor ficamos receosos depois a gente se entrega,confia na pessoa e se dá mal algumas vezes rsrsr deveria ser o contrario rsrsr

    ResponderExcluir
  9. Comparação interessante. Sabe uma coisa que me irrita, é quando vc conhce alguém e apenas por causa de uma conversa, a pessoa já acha que é sua dona. Ou eu que não tenho nada de romântico, ou tem muita gente desesperada nesse mundo. Ah e detalhe ainda espero ser contemplado, rsrs

    ResponderExcluir
  10. o amor é uma transação na qual eu nao acredito que dure muito tempo, nao sou muito fan do amor, quem mim conhece sabe disso, prefiro a Paixão, que é mais ardente e sincera, o amor é muito futil muito egoista, "eu so te amo se vc mim amar...", muito egoismo para o meu gosto.
    um abraço.

    http://paulosergioembuscadotempoperdido.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Muito bom o texto! parabéns :)
    Espero sua visitinha, me siga que eu sigo de volta :D

    ResponderExcluir
  12. Bem observado e resgitrado. Namoros nem sempre dão lucro o maior problema mesmo é que sempre há os conformados.

    ResponderExcluir
  13. Bem vindo ao Grupo Blogosfera
    Adorei aqui, Já fiquei ;)

    Te espero no Blog Michele Santti
    http://michelesantti.blogspot.com/

    Twitter
    @MicheleSantti

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ben, filho do Ross de Friends, se forma na Universidade de NY

O Palhaço Fulermino

O preço da prostituição

Amizade virtual x Amizade real