Descoberta

Quando se descobre uma traição o sentimento é indescritível. Nesse caso, não apenas uma infidelidade, como também uma mentira, uma deslealdade e uma falta de respeito, era disso que se tratava a descoberta de Luís.


As reações vão se anulando uma a uma e manter um raciocínio acaba tornando-se algo impossível. Existe um sentimento de ceticismo, porque se trata de uma surpresa, uma surpresa chocante, então Luís finalmente sentiu na pele que quem vê cara não vê coração.

Amar não é possuir e Luís sabe disso e por isso nunca tentou possuir ninguém, mas amar é se entregar, entregar-se de bom grado. Pessoas cometem erros e existe no mundo compaixão e o perdão, mas quando você desrespeita alguém que você ama é o primeiro sinal de que esse amor é perecível.

Dizem que quando te traem uma vez a culpa é do outro, mas se te traem duas a culpa é sua, se isso é verdade, então todos são culpados, todos são perdedores. “Eu não sei o que pensar ou o que eu vou fazer agora e talvez não há nada para se pensar e definitivamente nada a se fazer a respeito. Então eu sou indiferente a quem me desrespeitou, a quem me traiu e a quem me foi desleal “, foram às palavras de Luís, que hoje segue corno, mas honesto.

Leia também: Respirar novamente

Comentários

  1. "...segue corno, mas honesto" / Hahaha, foi impossível não rir. Mas o texto é bom, e penso que o real perigo dessas situações de decepção não é nem o sentimento que ficamos em si, mas é acumular tudo isso e aos poucos ir perdendo a sensibilidade de tanto estar calejado. Esse é o real perigo, criar espinhos.

    Abraço;

    ResponderExcluir
  2. O que é traição??? Antes de tudo, ninguém é de ninguém...A pior traição é trair a nós mesmos...

    ResponderExcluir

Postar um comentário