E quem vai me consertar?

Depois que você saiu daqui eu vi o ótimo trabalho que eu fiz. Você parece um ser intacto, mas quem vai me consertar agora?


Quando você fugiu e assumiu esse papel, quando você delegou e esqueceu. É agora que eu vejo as coisas como elas sempre foram. Nem tudo é bom, nem tudo é legal. O amor não é tudo.

Você diz não esquecer, então acho isso uma espécie de ingratidão. Você diz o meu bem querer, e por que não me ajuda? Você diz muita coisa, mas não quer dizer nada.

Você partiu para uma melhor e a vítima agora é você, mas quem ficou aqui para ser fragmentado pelos abutres? E quem é que vai me consertar?

Eu não sou como você, sempre com alguém disposto a estar do seu lado, não importa o tamanho da migalha. Eu recolho o que ainda sobrar de mim e cuido em me reestruturar, se eu não fizer isso, ninguém o fará.


Leia também: Quem sou eu e qual o meu lugar?

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ben, filho do Ross de Friends, se forma na Universidade de NY

Amizade virtual x Amizade real

O Palhaço Fulermino

O preço da prostituição