A tal dor de cotovelo

Muita gente anda com o cotovelo dolorido por aí. Essa dor é uma epidemia que não discrimina raça, cor ou crença.

Essa patologia se trata de um sofrimento difícil de ser explicado ou compreendido. Alguns dizem que é bem simples: o amor é uma dor, de cotovelo. Quanto à cura?! Relaxe e curta a dor até ela passar.

Elis Regina cantava que o bar não é doutor pra curar a tal da dor, que não há receita para curá-la e que não é no fundo do copo que você vai encontrar sua moral, mas há quem recomende beber pra esquecer.

Há também quem diga que o fim de um relacionamento é mesmo que uma morte, isso é muito dramático?! A verdade é que um laço se quebra, uma comunicação se desfaz, uma sintonia se destrói e tudo aquilo que foi vivido ficou apenas na lembrança e é ai que os primeiros sintomas aparecem.

Quando se ouve música você sempre encontra uma que lhe lembre a pessoa. Diversas outras coisas fazem parecer que o universo conspira para que você não esqueça. Mas o amigo tempo se encarrega de tudo.

Leia também: O imperdoável

Comentários

  1. Viva a dor de Cotoveloos, ela nos ajuda a enxergar mta coisa! \o/

    ResponderExcluir
  2. Só podia ser tu mermo lucas....rapadura é doce, mais não é mole não....kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Por nada velinho, eu que agradeço sua visita ao meu blog.
    Um abração

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Filmes para quem está solteiro no dia dos namorados

Eu te desejo o bem

Âncora