O que realmente importa?

Quem decide o que há de errado ou certo em um relacionamento? Depois de muita reflexão, talvez você chegue à conclusão de que quem está errado não é de fato quem errou e sim quem se importa com os erros do outro.


No segundo que você desliga aquele sentimento de preocupação dentro de você, uma paz toma conta do que antes era pura perda de tempo. A dor é inevitável, mas a pior dor é, sem dúvida, aquela que você mesmo se obriga a conviver.

Em um relacionamento o amor não é o mais importante, em um relacionamento os sentimentos mais importantes são o respeito, o companheirismo e a cumplicidade. Um relacionamento sem esses três ingredientes, é a receita de um desastre e só você mesmo pode se obrigar a passar por isso.

E no fim das contas, não importa se nos primeiros momentos o amor era maravilhoso, não vale a pena sacrificar o futuro por uma lembrança remota quando se pode fazer novas lembranças. Quem decide se há algo errado ou não com o relacionamento é você, porque você é o que realmente importa.

(Atualizado em 22/03/2016).

Leia também: Razão e sensibilidade

Comentários

  1. e a verdade, preocuações já tive demais.
    mais enfiml.
    gostei do texto :)

    ResponderExcluir
  2. Gostei demais do blog.
    To te seguindo já ;))

    ResponderExcluir
  3. ta vendo kbçãoooo...
    um dia a ficha cai...
    mt massa o post...
    como sempre... flwsss

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ben, filho do Ross de Friends, se forma na Universidade de NY

Amizade virtual x Amizade real

O Palhaço Fulermino

O preço da prostituição