Mais um recomeço

Acho que não me resta nenhuma alternativa a não ser começar de novo. Todo ano é a mesma coisa, talvez porque eu tenha continuado o mesmo. Não vou mais falar sobre o passado, joguei o calendário velho fora e comprei um novo, cheio de expectativas prontas para ficarem desapontadas, mas é preciso tê-las.


Vou tentar fazer diferente. Nunca fui bom quando o assunto é força de vontade, mas é preciso insistir, tentar. Daqui para frente todo passo será mais difícil, minha cobrança interna para sair do modo automático vai garantir isso.

O desafio é não cair nos velhos hábitos, quebrar os ciclos e manter a direção sempre evoluindo, chega de voltar atrás. Tentar vestir o que já não cabe mais, fazer funcionar o que está quebrado. Mudanças são necessárias e elas começam por dentro.

Mais um recomeço, mais uma chance de fazer diferente. Só preciso não me dar por vencido antes mesmo de ter começado. Esse pode ser o prelúdio de uma nova vida, eu só preciso acreditar. Quem precisa de um holofote quando se pode ter o sol?

Então, pego fôlego e a vida continua. As mudanças vão vir, eventualmente...

Até breve.

*Foto tirada para em um photoshoot especial do blog Dress to Run, confere lá: "Happy New Year!"

Comentários