Amigos?

Definir o que é ser amigo é complexo, eu diria que subjetivo também. Não que as pessoas se impeçam de tentar, mas nem sempre há um consenso sobre o que é um amigo.


Durante grande parte da minha vida, eu tinha um conceito do que era amizade e eu buscava por ele em todos os meus relacionamentos. Entenda que eu fui uma criança muito sozinha, vivia em apartamento e meus únicos amigos na infância, que eu me lembre, eram meus primos e qualquer amiga da minha irmã, mais nova do que eu quatro anos.

Então, na adolescência, eu fiz amigos e creio que é o período mais provável de se fazer amizades para a vida toda. Depois que você termina o colégio e vai para o ensino superior, todos se veem como concorrentes e se tornam competitivos. No trabalho então, nem se fala. Claro que existem exceções.

Mas o que eu realmente aprendi sobre amizade é que ela é, sem dúvida, essencial, quando você tem amigos de verdade. Durante uma das piores fases da minha vida eu descobri isso. Sempre sofri com problemas de baixa autoestima e esses problemas se agravavam ainda mais com o tipo de amigos que eu tinha, já que viviam salientando minhas inseguranças e negligenciando minhas qualidades.

Então, um dia eu cansei e me inseri em um exílio, ainda nesta fase difícil, e aprendi sozinho, como deve ser, a superar alguns desses problemas de autoestima. Mas a lição mais importante que eu aprendi foi a me afastar de pessoas que faziam com que eu me sentisse mal comigo mesmo, ou melhor, aprendi a não deixar que essas pessoas fizessem isso.

Hoje, eu valorizo uma amizade que, na maneira mais prática de descrever, é uma via de mão dupla. Onde os dois se encontram no meio para compartilhar alegrias ou a rotina enfadonha e para consolar o outro durante as tristezas. Aprendi que, muitas vezes, um amigo melhor faz em ouvir o seu problema e ficar calado, do que dar conselhos a granel que, talvez, sequer tenham serventia.

E aprendi que a relação de dois amigos deve ser baseada na confiança. Confiança de que ele lhe quer bem e você também quer bem a ele. Nas verdadeiras enrascadas da vida ele vai te estender a mão, mesmo que você tenha falhado com ele, te ajudar a se reerguer, vai dizer “Amigos?” e tudo estará bem.

Leia também: Recomeço

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ben, filho do Ross de Friends, se forma na Universidade de NY

Amizade virtual x Amizade real

O Palhaço Fulermino

O preço da prostituição