Casa Própria

O ano é 1950, João e Cristina são um casal comum no interior do Piauí decidem se mudar para Theresina para oferecer mais vantagens a suas seis filhas. João usa todo o dinheiro que tinha para abrir seu negócio próprio, uma fábrica de moveis, então a família é obrigada a se apertar em uma casa de aluguel no centro da cidade. Cristina trabalha como costureira e logo consegue costurar para a alta sociedade da capital, enquanto as filhas ajudam cuidando umas das outras e das tarefas domesticas.

_Nós tínhamos nossa casa e agora viemos parar aqui e gastamos todo nosso dinheiro com a fábrica e o atelier e se nunca conseguirmos levantar dinheiro o suficiente para comprar uma casa boa o suficiente para nossa família? _João questiona melancólico
_João, relaxe homem, eu prometo a você que com o seu talento pra negócios e o de Cristina para costura dentro de poucos meses vocês estarão vivendo em uma casa de vocês com espaço o suficiente para suas filhas correrem e brincarem. _ incentiva Antônio, um amigo do casal. 

Então alguns meses se passam e a promessa de Antônio se torna verdade a fabrica de moveis não consegue manter um móvel em estoque e Cristina, ás vezes, precisa passar as noites em claro costurando vestidos. Depois de meses se apertando em uma casa com dois quartos, um banheiro e uma sala/cozinha é chegado o dia em que a família vai olhar a primeira casa, uma casa indicada por Antônio, que disse ser a casa ideal para João e Cristina. Uma sala, dois banheiros, cozinha, três quartos e um quintal ao lado da praça Da Costa e Silva no centro da capital.

_Eu nunca me perdoaria se vim com nossa família para Teresina significasse viver em más condições. _João diz olhando os olhos de Cristina, no portão de entrada da nova casa.
_João, nós nunca estivemos em más condições, estávamos um pouco apertados, mas o que mais importa para uma família não é espaço e sim essa sua preocupação em nos ver bem, felizes e vivendo bem que você tem. Isso é amor e é esse amor que é capaz de tornar qualquer casa, por menor que seja, em um lar.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ben, filho do Ross de Friends, se forma na Universidade de NY

O Palhaço Fulermino

O preço da prostituição

Amizade virtual x Amizade real