Porque eu amo Titanic

Enquanto na minha vida romântica eu sou o mais terrivelmente prático possível, na minha imaginação eu sou aquele adolescente bobo que cai de amores diante do primeiro gesto romântico. Qualquer filme e livro que tem uma história emocionante me convida a fazer parte dessa historia, me emocionar e me apaixonar junto com os personagens. Em Titanic o amor de Rose e Jack entrou pra história e embora seja ficção eu vivo tentando explicar para as pessoas que a ficção sempre tem seus traços de realidade, ou seja, sempre é inspirada na história de alguém ou em algum acontecimento e eu como escritor devo dizer, faz parte da natureza exagerada de escritores e músicos fazerem tempestades dentro de um copo d’água tornando às vezes o que é apenas um pequeno flerte em um romance épico. Minha descrença pessoal no amor romântico é uma coisa, minha visão romântica do mundo é outra completamente diferente. Até mesmo porque se eu deixar realmente de acreditar no amor romântico como em filmes, livros, música e poesia sobre o eu vou escrever?! Nessa nossa trama de todos os dias é sempre bom lembrar-se de fazer valer à pena. E se for amor mesmo, amor como de filme livro música ou poesia, pule de cabeça com o peito aberto, você pula eu pulo, lembra?

Comentários

  1. "...faz parte da natureza exagerada de escritores e músicos fazerem tempestades dentro de um copo d’água tornando às vezes o que é apenas um pequeno flerte em um romance épico."

    Isso é a mais pura realidade. E eu sou a prova viva disso hehe
    Quanto a minha vida amorosa: "prefiro não comentar" hehehe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ben, filho do Ross de Friends, se forma na Universidade de NY

O Palhaço Fulermino

O preço da prostituição

Amizade virtual x Amizade real