Aniversário

Bem, hoje é hoje. Pensei em como não ser clichê nessa data. Comecei pelo o horário , todo mundo quer ser o 1º, bem, pensei, vou ser o último
São tantos parabéns, felicidades e agradecimentos. Claro, eu me sinto feliz de saber que você nessa data , e parabenizo-o por isso.
Lembro-me dos poucos momentos em que te vi, e das longas conversas virtuais. Do conselhos e divergências.
Posso ver através das lembranças o que você significa para mim. E isso é o que me deixa mais feliz.
E eu queria que você fizesse o mesmo, que trouxesse todas as memórias a tona, voltasse a si mesmo e enxergasse o que você é.
Já parou para pensar em quanta coisa você já viveu até hoje?
Quanta coisa boa e ruim, quanta coisa produtiva ou não?
Quantos erros você cometeu, e quão doloroso foi pagar por estes?
Já pensou em quantas pessoas já fez feliz?
Conseguiu ver que erros não podem ser apagados, mas que você pode tentar contorná -los?
Que ninguém é perfeito, que todo mundo erra? Que você precisa ser perdoado, e que precisa perdoar?
Que é preciso ser paciente em certos assuntos, apesar do seu desejo ser contrário?
Que precisa dar tempo ao tempo, e deixar que feridas se curem?
Que você não precisa fazer as coisas só porque os outros fazem?
Que você não deve fazer o errado só porque os outros parecem se dar bem?
Que é bom doar-se a outras, mas que se não houver a reciprocidade perde o sentido?
Que a felicidade está dentro de você?
Que a solidão não é somente sinônimo de solidão, mas de reflexão?
Que você tem um sorriso lindo?
Já pensou em quantas mudanças já fez?
Já pensou em quem você se tornou? Em quem é o lucas hoje?
Eu desejo a você a reflexão, e que você consiga rir ou chorar através das suas memórias,
que mostram o seu verdadeiro ser, o quão bonito você é.
Eu desejo muito amor e que você continue crescendo sempre, mesmo que seja errando ,
mas que no final você estampe no seu rosto lágrimas de felicidade e o seu inigualável sorriso!
Parabéns meu amigo por ser quem você é!
Beijos e abraços.


21 anos. Recebi esse e-mail de um amigo meu e resolvi publicar essas perguntas que todos temos que nos fazer. Hoje, eu sei o que cada ano significa, o que cada ano traz. Eu era um menino de vinte anos tão ingenuo, imaturo. Provavelmente continuo sendo um pouco e não vejo mal nisso. Eu busco crescimento, busco conhecimento, mas não desprezo o que eu já tenho. É difícil ver além, ver o detalhe que faz a diferença e existem vinte e uma coisas que eu gostaria de fazer antes de chegar aos vinte e dois anos, talvez não faça todas, talvez mude de ideia, talvez eu apenas mude. Esse meu ser que chega hoje, dia vinte e um de abril, ao fim do seu primeiro dia com vinte e um anos, esse meu ser que nasceu às vinte e uma horas. Eu fico vendo esse padrão, vinte e um.

Eu sou bem comum sabe? Homem, menino, cheio de problemas, a maioria imaginários, cheio de traumas, a maioria puro drama. Mas eu sou eu, diferente e comum. Alguém que ri, alguém que chora. Alguém que ama, alguém que desistiu do ódio. Ariano, orgulhoso, chato, infantil, defeitos e qualidades e alguns anos cheios de primeiras e últimas vezes, cheios de rotina. Enfim, parabéns para mim!

Leia também: Vida

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Ben, filho do Ross de Friends, se forma na Universidade de NY

O Palhaço Fulermino

O preço da prostituição

Amizade virtual x Amizade real