João

          João sempre foi bem normal e medíocre como a maioria das pessoas. Era um filho mais ou menos, um irmão mais ou menos, um aluno mais ou menos, ou seja, comum. Um dia João pensou: o que eu sou? Quem eu sou? O que eu faço de diferente? Todas suas perguntas ficaram sem resposta, você vê, João faz tudo que é preciso ser feito na sua vida, mas isso é o suficiente?
          João nunca foi aquele filho do qual os pais se gabam, mas uma vez ou outra acontece um elogio, uma critica. João nunca foi o melhor aluno da sala e também não era o pior, seus professores simplesmente não sabem quem ele é e o que ele quer, da mesma maneira que João também não sabe.
João não tem muitos amigos, quem não é amigo dele pergunta o que seus amigos vêem nele. João nunca namorou, nunca correspondeu ou foi correspondido no amor, você vê, João é ninguém.
          Mas colocando João no meio de sucessos e de fracassos. Eu, você, uma dúzia de pessoas por ai a fora, não há diferença alguma. Mas nos somos diferentes e se todos somos diferentes uns dos outros, então acabamos sendo de certa maneira iguais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Filmes para quem está solteiro no dia dos namorados

Eu te desejo o bem

Sem medo